28 de ago de 2009

Porque hoje é sexta.

LET´S RELAX ...

Diário de Bordo.

26 de ago de 2009

Hoje é quarta-feira, semana final de Agosto, mês onde muitas coisas aconteceram. Pelo menos pra mim!


Está tudo tranquilo no trabalho e na vida fora da empresa também. Algum aperto em relação a grana mas até aí vai, afinal quem não tá apertado com grana ?


Quanto as mudanças citadas no post anterior, bem, depois de uma aula onde quase cortei meus pulsos com a folha de sulfite que tava na minha frente me decidi a mudar de curso na faculdade. Fui lá e mudei.


Tô tomando florais e posso dizer que tá me fazendo bem ... Pelo menos não surtei ainda nem surrei ninguém, o que é um sinal de melhora !!!!


Enfim...

Veja bem.

25 de ago de 2009

Vou praticar uma das minhas mais firmes opiniões : "Os incomodados que se mudem".

Não estou nada satisfeita com o rumo de algumas coisas na minha vida então é hora de mudar.

Depois trago mais detalhes.

Musiquenha de hoje

Até que enfim sexta.

21 de ago de 2009

Lembrar:

20 de ago de 2009

Prestar mais atenção em mim.

Passando um tempo sozinha no meio das outras pessoas, percebi como algumas vezes negligencio a mim mesma.
Tá na hora de atender as minhas expectativas !

E continua ...

... assim lá fora .


Que preguiça !!!!!!!!!!!









19 de ago de 2009


Simplesmente Gatos

"Bichos polêmicos sem o querer, porque sábios, mas inquietantes, talvez por isso...nada é mais incômodo que o silencioso bastar-se dos gatos. O só pedir a quem amam. O só amar a quem os merece.

O homem quer o bicho espojado, submisso, cheio de súplica, temor, reverência, obediência. O gato não satisfaz as necessidades doentias do amor. Só as saudáveis.


Lembrei, então, de dizer, dos gatos, o que a observação de alguns anos me deu.

Quem sabe, talvez, ocorra o milagre de iluminar um coração a eles fechado?

Quem sabe, entendendo-os melhor, estabelece-se um grau de compreensão, uma possibilidade de luz e vida onde há ódio e temor? Quem sabe São Francisco de Assis não está por trás do Mago Merlin, soprando-me o artigo?

Já viu gato amestrado, de chapeuzinho ridículo, obedecendo às ordens de um pilantra que vive às custas dele? Não! Até o bondoso elefante veste saiote e dança a valsa no circo. O leal cachorro no fundo compreende as agruras do dono e faz a gentileza de ganhar a vida por ele. O leão e o tigre se amesquinham na jaula.

Gato não. Ele só aceita uma relação de independência e afeto. E como não cede ao homem, mesmo quando dele dependente, é chamado de arrogante, egoísta, safado, espertalhão ou falso.

"Falso", porque não aceita a nossa falsidade com ele e só admite afeto com troca e respeito pela individualidade. O gato não gosta de alguém porque precisa gostar para se sentir melhor. Ele gosta pelo amor que lhe é próprio, que é dele e ele o dá se quiser.

O gato devolve ao homem a exata medida da relação que dele parte. Sábio e espelho. O gato é zen. O gato é Tao. Ele conhece o segredo da não-ação que não é inação. Nada pede a quem não o quer.

Exigente com quem ama, mas só depois de muito certificar-se. Não pede amor, mas se lhe dá, então ele exige.

Sim, o gato não pede amor. Nem depende dele. Mas, quando o sente é capaz de amar muito. Discretamente, porém sem derramar-se. O gato é um italiano educado na Inglaterra. Sente como um italiano mas se comporta como um lorde inglês.

Quem não se relaciona bem com o próprio inconsciente não transa o gato. Ele aparece, então, como ameaça, porque representa essa relação precária do homem com o (próprio) mistério. O gato não se relaciona com a aparência do homem. Ele vê além, por dentro e pelo avesso. Relaciona-se com a essência.

Se o gesto de carinho é medroso ou substitui inaceitáveis (mas existentes) impulsos secretos de agressão, o gato sabe. E se defende do afago. A relação dele é com o que está oculto, guardado e nem nós queremos, sabemos ou podemos ver. Por isso, quando surge nele um ato de entrega, de subida no colo ou manifestação de afeto, é algo muito verdadeiro, que não pode ser desdenhado. É um gesto de confiança que honra quem o recebe, pois significa um julgamento.

O homem não sabe ver o gato, mas o gato sabe ver o homem. Se há desarmonia real ou latente, o gato sente. Se há solidão, ele sabe e atenua como pode (ele que enfrenta a própria solidão de maneira muito mais valente que nós). Se há pessoas agressivas em torno ou carregadas de maus fluidos, ele se afasta.

Nada diz, não reclama. Afasta-se. Quem não o sabe "ler" pensa que "ele não está ali. Presente ou ausente, ele ensina e manifesta algo. Perto ou longe, olhando ou fingindo não ver, ele está comunicando códigos que nem sempre (ou quase nunca) sabemos traduzir.

O gato vê mais e vê dentro e além de nós. Relaciona-se com fluidos, auras, fantasmas amigos e opressores. O gato é médium, bruxo, alquimista e parapsicólogo. É uma chance de meditação permanente a nosso lado, a ensinar paciência, atenção, silêncio e mistério. O gato é um monge portátil à disposição de quem o saiba perceber.

Monge, sim, refinado, silencioso, meditativo e sábio monge, a nos devolver as perguntas medrosas esperando que encontremos o caminho na sua busca, em vez de o querer preparado, já conhecido e trilhado. O gato sempre responde com uma nova questão, remetendo-nos à pesquisa permanente do real, à busca incessante, à certeza de que cada segundo contém a possibilidade de criatividade e de novas inter-relações, infinitas, entre as coisas.

O gato é uma lição diária de afeto verdadeiro e fiel. Suas manifestações são íntimas e profundas. Exigem recolhimento, entrega, atenção. Desatentos não agradam os gatos. Bulhosos os irritam. Tudo o que precise de promoção ou explicação, quer afirmação. Vive do verdadeiro e não se ilude com aparências. Ninguém em toda natureza aprendeu a bastar-se (até na higiene) a si mesmo como o gato!

Lição de sono e de musculação, o gato nos ensina todas as posições de respiração ioga. Ensina a dormir com entrega total e diluição recuperante no Cosmos. Ensina a espreguiçar-se com a massagem mais completa em todos em todos os músculos, preparando-os para a ação imediata. Se os preparadores físicos aprendessem o aquecimento do gato, os jogadores reservas não levariam tanto tempo ( quase 15 minutos) se aquecendo para entrar em campo.


O gato sai do sono para o máximo de ação, tensão e elasticidade num segundo. Conhece o desempenho preciso e milimétrico de cada parte do seu corpo, a qual ama e preserva como a um templo.

Lição de saúde sexual e sensualidade. Lição de envolvimento amoroso com dedicação integral de vários dias. Lição de organização familiar e de definição de espaço próprio e território pessoal. Lição de anatomia, equilíbrio, desempenho muscular. Lição de salto. Lição de silêncio.Lição de descanso. Lição de introversão. Lição de contato com o mistério, com o escuro, com a sombra. Lição de religiosidade sem ícones.
Lição de alimentação e requinte. Lição de bom gosto e senso de oportunidade. Lição de vida, enfim, a mais completa, diária, silenciosa, educada, sem cobranças, sem veemências, sem exigências.

O gato é uma chance de interiorização e sabedoria posta pelo mistério à disposição do homem."

Arthur da Távola


Obs: Compreendo cada palavra.

Morning

18 de ago de 2009

Ontem, inicio de aulas da faculdade, e essa música martelando na cabeça ... e eu nem gosto de João Gilberto !!!!!!!

Mais um e-mail daqueles que recebo.

17 de ago de 2009

E a.d.o.r.o!!

" Não há nada que me deixe mais frustradado que pedir sorvete de sobremesa, contar os minutos até ele chegare aí ver o garçom colocar na minha frente uma bolinha minúscula do meu sorvete preferido.
Uma só.

Quanto mais sofisticado o restaurante, menor a porção da sobremesa. Aí a vontade que dá é de passar numa loja de conveniência, comprar um litro de sorvete bem cremoso e saborear em casa com direito a repetir quantas vezes a gente quiser, sem pensar em calorias, boas maneiras ou moderação.

O sorvete é só um exemplo do que tem sido nosso cotidiano.

A vida anda cheia de meias porções,de prazeres meia-boca,de aventuras pela metade. A gente sai pra jantar, mas come pouco.

Vai à festa de casamento, mas resiste aos bombons.

Conquista a chamada liberdade sexual, mas tem que fingir que é difícil (a imensa maioria das mulheres continua com pavor de ser rotulada de 'fácil').

Adora tomar um banho demorado, mas se contém pra não desperdiçar os recursos do planeta.
Quer beijar aquele cara 20 anos mais novo, mas tem medo de fazer papel ridículo.
Tem vontade de ficar em casa vendo um DVD, esparramada no sofá, mas se obriga a ir malhar. E por aí vai.

Tantos deveres, tanta preocupação em 'acertar', tanto empenho em passar na vida sem pegar recuperação...
Aí a vida vai ficando sem tempero, politicamente correta e existencialmente sem graça, enquanto a gente vai ficando melancolicamente sem tesão...

Às vezes dá vontade de fazer tudo 'errado'. Deixar de lado a régua, o compasso, a bússola, a balança e os 10 mandamentos.

Ser ridícula, inadequada, incoerentee não estar nem aí pro que dizem e o que pensam a nosso respeito.
Recusar prazeres incompletos e meias porções.

Até Santo Agostinho, que foi santo, uma vez se rebelou e disse uma frase mais ou menos assim:'Deus, dai-me continência e castidade, mas não agora'...

Nós, que não aspiramos à santidade e estamos aqui de passagem, podemos (devemos?) desejar várias bolas de sorvete, bombons de muitos sabores, vários beijos bem dados, a água batendo sem pressa no corpo, o coração saciado.

Um dia a gente cria juízo. Um dia.
Não tem que ser agora.

Por isso, garçom, por favor, me traga: cinco bolas de sorvete de chocolate, um sofá pra eu ver 10 episódios do 'Law and Order', uma caixa detrufas bem maciase o Richard Gere, nu, embrulhado pra presente.OK?
Não necessariamente nessa ordem.

Depois a gente vê como é que faz pra consertar o estrago . . . "

Danuza Leão

Música.

Boa Semana !!!!!

Colabore.

Neste meu fds de muito sorvete e sopa, também tirei o atraso de ficar o dia inteiro na frente da TV e mais nada.

Olha que bonitinho que eu vi.

Já tinha conhecimento da campanha por conta de um dos blogs que acompanho (só não consigo lembrar em qual, sorry!) mas o vídeo é muito bem pensado. Verifique em qual categoria vc se encaixa e faça !!!

E pra conhecer mais projetos, acesse

Fecha !!!!

13 de ago de 2009

Pra mim hj é sexta-feira. Amanhã não trabalho apesar do copromisso ingrato com Dr Luis enrique (dentista).

Como provávelmente só volto a postar na segunda (pq no fds morro de preguiça de mecher no computador, ãh !?) vou deixar alguma coisa ... pra constar !


Bj, tchau! Me liga !!????????

Momento

12 de ago de 2009

Há épocas que meus pés não tocam o chão.


  • Não tenho concentração e muito menos atenção . . . Não consigo me fixar . . . hã ?

  • Tô super "Seu Saraiva", lembra daquele personagem que respondia as perguntas da forma mais absurda possivel !? ... então, soy Jo !

  • Tô numas de cortar cabelo, fazer outra tatoo, mudar meu estilo. Mas cortar o cabelo como ? que tatoo/desenho ?? virar EMO ??????

  • Quando estou no trabalho só penso em ir pra casa mas quando chego lá me bate um "5 minutos" e acabo arrumando qualquer coisa pra fazer na rua.

  • Estou praticamente digitando 2 vezes cada palavra pq não consigo acertar no teclado ! (Mer...!)

  • Tô tão largada na cadeira que se alguém puxar a dita, eu me estabao no chão.

  • Preciso manerar na gordura em função de um antibiótico pré extração de Cisos (3) mas quem disse que eu consigo pensar em outra coisa que não seja chocolate ???????

Num tô podendo ...



Alguém tem sugestão ??

Hj num tá rendendo !

11 de ago de 2009


Does it make sense ???????

Hoje recebi um e-mail com estas observações que de tão óbvias passa pela cabeça de pouquíssima pessoas. Mais uma vez o assunto é a tal gripe H1N1, mais popularmente chamada de suína mesmo.

Olha só:



A IRONIA NO SEU MELHOR ESTILO


2000 pessoas contraem a gripe suína e todo mundo já quer usar máscara.

25 milhões de pessoas têm AIDS e ninguém quer usar preservativo.

Que interesses econômicos se movem por detrás da gripe porcina???


No mundo, a cada ano morrem milhões de pessoas vitimas da Malária, que se pode prevenir com um simples mosquiteiro. Os noticiários, disto nada falam!

No mundo, por ano morrem 2 milhões de crianças com diarréia que se poderia evitar com um simples soro que custa 25 centavos. Os noticiários disto nada falam!

Sarampo, pneumonia e enfermidades curáveis com vacinas baratas, provocam a morte de 10 milhões de pessoas a cada ano. Os noticiários disto nada falam!


Mas há cerca de 10 anos, quando apareceu a famosa gripe das aves... os noticiários mundiais inundaram-se de noticias...Uma epidemia, a mais perigosa de todas...Uma Pandemia!

Só se falava da terrífica enfermidade das aves. Não obstante, a gripe das aves apenas causou a morte de 250 pessoas, em 10 anos...25 mortos por ano.

A gripe comum, mata por ano meio milhão de pessoas no mundo. Meio milhão contra 25.


Um momento, um momento!


Então, por que se armou tanto escândalo com a gripe das aves?

Porque atrás desses frangos havia um "galo", um galo de crista grande.*A farmacêutica transnacional Roche* com o seu famoso *Tamiflu* vendeu milhões de doses aos países asiáticos. Ainda que o Tamiflu seja de duvidosa eficácia, o governo britânico comprou 14 milhões de doses para proteger a sua população.

Com a gripe das aves, a Roche e a Relenza, as duas maiores empresas farmacêuticas que vendem os antivirais, obtiveram milhões de dólares de lucro.


Antes com os frangos e agora com os porcos.


Sim, agora começou a psicose da gripe porcina. E todos os noticiários do mundo só falam disso...- Já não se fala da crise econômica nem dos torturados em Guantánamo... Só a gripe porcina, a gripe dos porcos... E eu me pergunto: se atrás dos frangos havia um "galo"... atrás dos porcos... não haverá um "grande porco"?

*A empresa norte-americana Gilead Sciences tem a patente do Tamiflu. O principal acionista desta empresa é nada menos que um personagem sinistro,* Donald Rumsfeld, secretário da defesa de George Bush, artífice da guerra contra Iraque... Os acionistas das farmacêuticas Roche e Relenza estão esfregando as mãos, estão felizes pelas suas vendas novamente milionárias com o duvidoso Tamiflu.


A verdadeira pandemia é de lucro, os enormes lucros destes mercenários da saúde. Não nego as necessárias medidas de precaução que estão a ser tomadas pelos países. Mas se a gripe porcina é uma pandemia tão terrível como anunciam os meios de comunicação, se a Organização Mundial de Saúde (conduzida pela chinesa Margaret Chan) se preocupa tanto com esta enfermidade,
por que não a declara como um problema de saúde pública mundial e autoriza o fabrico de medicamentos genéricos para combatê-la? Prescindir das patentes da Roche e Relenza e distribuir medicamentos genéricos gratuitos a todos os países, especialmente os pobres. Essa seria a melhor solução.

Autor: Desconhecido ( Pelo menos por mim ! )

Today

5 de ago de 2009